João Scalfi
indaia.caixas@terra.com.br

Ajudemos na iluminação do nosso próximo

Queiramos estar sempre numa altura que seja digna dos melhores propósitos.

Procuremos organizar nossas vidas em consonância aos sentimentos divinos e cristões. Se nos dispomos a seguir uma religião, enxerguemos nela a capacidade
de inovação que essa crença poderá ocasionar em nossas almas.

Poderemos assegurar a renovação das nossas atitudes, de tal modo a criar um ser novo, mais próximo dos deveres e das responsabilidades que temos para com
Deus.

Só nos transformaremos nessa criatura com o interior renovado se passarmos a conhecer a fé raciocinada.

Conseguiremos nos aproximar de Deus e Jesus através de nossos testemunhos pessoais, que são as transformações educativas e renovadoras que poderemos
imprimir no fundo de nossas almas.

Modifiquemos a nós mesmos, procurando viver, de forma profunda, sincera, honesta e digna, a religião que tenhamos escolhido para seguir.
Fixemos em nossos Espíritos tais aconselhamentos, baseados nos exemplos e nas pregações de Jesus.

Façamos uma limpeza periódica e urgente em nosso interior, assim como fazemos uma pintura nova em nossas casas, para “limpar” a atmosfera dos fluidos pesados que criamos na intimidade de nossos lares quando tratamos de assuntos banais. Nossos filhos e netos serão os maiores favorecidos por um clima de refinado padrão vibratório, sustentado por nossos bons exemplos.

Obedeçamos a Deus e ao Mestre, para podermos criar, em nossos lares, condições favoráveis e propícias ao desenvolvimento moral e espiritual. Daí para fora,
observemos os mesmos sentimentos, repartindo com o próximo um pouquinho da nossa evolução.

Valorizemos a nossa atuação como seres humanos e espirituais que somos. Estendamos ao próximo algumas frações da nossa iluminação interior, para que
todos consigam prosperar à sombra da nossa conduta, dos nossos sentimentos ligados à sabedoria das lições divinas e cristãs.

Sempre será tempo de crescer. Não podemos desperdiçar nossos dias e nossas horas. Devemos estar sempre numa altura que seja digna dos melhores propósitos. Que sejamos lutadores nobres, desses que honram os objetivos que defendem.

Como soldados da nobreza de alma, trabalhemos para enaltecer os valores do próximo. Que ele também possa chegar mais perto das motivações espirituais.
Quanto a nós, cabe-nos a responsabilidade de lutar contra nossas próprias fraquezas.

Façamo-nos melhores a cada dia. A vida nos pede o progresso. Só sairemos daqui vitoriosos se conseguimos nos erguer no caminho do bem.

Fonte: O Clarim (Wilson Gonsalez)

JORNALZEN® 2020 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS