Orestes Mazzariol
orestes@centrodevida.com.br

Você envelhece, mas sua vida não precisa envelhecer

Envelhecer faz parte da vida e o Brasil está cada vez mais velho. A população acima dos 65 é exponencialmente maior a cada ano que passa.
Mas, em nosso país, viver mais não significa viver bem.

A maioria das pessoas encara a aposentadoria como uma sentença de morte ou um certificado de inutilidade. A Previdência Social está despreparada
para atender às necessidades das pessoas mais velhas. Os próprios filhos não estão preparados para lidar com a idade dos pais e uma parte
significativa dos idosos não sabe que pode ter boa qualidade de vida e até ignora que tem problemas de saúde, atribuindo-os à idade. Essa percepção,
essa cultura de lidar com a idade não é apenas velha, mas ultrapassada: passou a hora de mudá-la radicalmente.

De outras vezes, o que se identifica como tristeza ou “vontade de não fazer nada” é mera perda de testosterona ou de hormônios femininos. O que
fazer? Em primeiro lugar, saber que idade não é doença. Então, se há uma mudança de humor, uma tristeza, uma apatia ou um comportamento
estranho, procure um médico que tenha cultura geriátrica mais ampla e que saiba falar com os pacientes.

E o envelhecer, é claro, também traz outras situações com as quais nossa sociedade precisa aprender a lidar. Quem hoje se preocupa ou planeja o
suporte que precisará após um derrame? Quem vai cuidar, quem vai ajudar? Nem o Estado nem a iniciativa privada estão preparados ou
preocupados em oferecer esse tipo de auxílio, cuja necessidade se torna cada vez mais comum.

Acima de tudo, porém, é preciso mudar a cultura que vem produzindo gerações de idosos infelizes. É preciso parar de tratar anciões como se
fossem crianças de 2 anos – com a diferença cruel de que os pequenos têm a vida pela frente e achando que a eles vem a morte. Porque a morte vem
para todos, mas ser velho não é estar morto. Ser velho pode ser, sim, sentir-se muito vivo, sentir-se bem, sentir-se útil. Você, assim como eu,
envelhece. Mas sua vida não precisa envelhecer. Ela se renova a cada dia, desde que você queira.

JORNALZEN® 2020 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS